Partilhar:

Vinho Branco
Cortes de Cima
Dois Terroirs 2018, 75cl
Regional Alentejano

7,49

 12.5%

 Potencial de envelhecimento

 Servir a 12º

 

O Produtor, nota de prova publicada em 28 de Maio de 2019

Citrinos na cor e no aroma. Flor de laranjeira e fruta de caroço, harmonizados em leve tosta. Largo, de boa acidez, a intensa fruta e firmeza entregam um final refrescante e salgado.

Descubra todos os vinhos deste produtor

Cortes de Cima

Este vinho resulta da combinação de dois terroirs distintos. Verdelho e Alvarinho, plantadas nas areias da fresca costa atlântica, equilibram a abundante fruta da Viognier, plantada nos solos argilo-calcários que rodeiam a propriedade, perto da Vidigueira. Viticultura certificada sustentável.
Cada parcela foi colhida separadamente de acordo com a sua maturação, no fresco matinal. As uvas foram transportadas sob refrigeração até à adega, onde foram desengaçadas e prensadas, retendo exclusivamente a porção lagrima do mosto. Após uma ligeira decantação, o Verdelho e o Alvarinho fermentaram em cubas de inox, e o Viognier em barricas de carvalho francês de 500L de 1° a 4° uso. A fermentação maloláctica não foi feita. Seguiu-se um período de cinco meses de estágio sobre borras finas. 30% do lote estagiou 4 meses em Carvalho Francês.
Limitado ao stock existente. No caso do vinho que comprou ficar sem stock, entraremos em contacto para propor um vinho diferente, ou para lhe devolver o valor pago.
As promoções nos vinhos não são acumuláveis com outros descontos ou cupões.

Informação de alergénios

Contém sulfitos.

SKU: 104904

Cortes de Cima

Cortes de Cima é uma propriedade familiar, com vinha e olival, localizada perto de Vidigueira no Alentejo, a região vitivinícola demarcada mais a sul do Alentejo, que tem sido uma zona de cultivo de vinha desde os tempos da invasão Romana. Os Romanos usaram “Talhas” (grandes vasos ou ânforas) para a fermentação e armazenagem de vinhos, um costume ainda usado hoje em dia, daí que a nossa etiqueta tenha uma Talha como símbolo. Olivais antigos, com oliveiras com mais de 2000 anos, compartilham o terreno com limoeiros, vinhedos e ruínas Romanas.

A Vidigueira é rica em História. Foi aqui que Julius Caesar impôs a sua ‘Pax Júlia’ no ano de 65 D.C., e onde Vasco Da Gama recebeu o título de Conde em 1519 depois do regresso da sua viagem à Índia. O monte branco e brilhante, situado na colina com vistas extensivas sobre a vinha, tem sido a casa para a família Jørgensen desde 1988. A propriedade, que é totalmente uma empresa de família, tem uma área de 365 hectares: 130 ha de Vinha, 50 ha de Olival, 50 ha de Sobreiros e 100 ha de Cereais. Foi ainda construída uma barragem para satisfazer as necessidades de rega.

Morada

Cortes de Cima, S.A.

Herdade Cortes de Cima
7960-189 Selmes