Partilhar:

Vinho Tinto
Almaviva
2017, 75cl
Puente Alto, Chile

214,45

  sem stock

 14.5%

 2024-2035

 Servir a 16º-18º

 

James Suckling, nota de prova publicada em 11 de Julho de 1905

Os aromas de folhas de amora e iodo são aqui selvagens e exóticos com conchas de mexilhão e terra por baixo. Encorpado, apertado e mastigado com poderosos taninos que mostram músculo. É estruturado e poderoso. Denso e muito, muito profundo. Não toque nisto até 2025.

Descubra todos os vinhos deste produtor

Almaviva

2017 foi um ano invulgar – quente e extremamente seco, com 178 litros de chuva, mas houve alguma chuva após a colheita de 2016, pelo que o solo teve alguma água]- e a colheita e todo o ciclo foram duas a três semanas mais cedo do que o normal. Este é o contexto para a Almaviva 2017, cujas videiras viram rendimentos extremamente baixos (10 hectolitros por hectare nas partes mais velhas, 36 hectolitros por hectare nas videiras jovens) e produziram sumo concentrado. A mistura engarrafada é de 65% Cabernet Sauvignon, 23% Carmenère, 5% Cabernet Franc, 5% Petit Verdot e 2% Merlot, bastante semelhante à de 2016, e o nível de álcool atingiu 14,6% com um pH de 3,65 e 4,9 gramas de acidez (medida em ácido tartárico). Amadureceu em barricas de carvalho francês (825 das quais novas) durante 19 meses. É uma vindima mais madura, redonda e macia, com acidez moderada e uma sensação de boca tenra, e é realmente marcada por temperaturas muito elevadas durante todo o ano. Utilizaram um pouco mais de Petit Verdot na mistura, mas não há uma maturação excessiva. O vinho mostra alguns aromas herbáceos (noto realmente o toque do Carmenère este ano). Vindimaram extremamente cedo (três semanas antes do normal!) e conseguiram manter a tensão no vinho, e este tem um toque de boca polido e taninos muito redondos. É uma mistura de tinto bem trabalhado, e conseguiram superar as dificuldades do ano; vejo o estilo de algo entre 2016 e 2015, bastante compacto. Pode exigir um pouco mais de idade para se abrir a garrafa, e deve desenvolver-se bem em garrafa. 180.000 garrafas produzidas. Foi engarrafado em Janeiro de 2019.

Prémios

100/100 James Suckling; 94+/100 Robert Parker

Informação de alergénios

Contém sulfitos.

SKU: 101682-1

Viña Almaviva

Em 1997 a Baronesa Philippine de Rothschild, Presidente da Diretoria de Assessoria da Baron Philippe de Rothschild S.A., e o senhor Eduardo Guilisasti Tagle, Presidente de Vinícola Concha y Toro S.A., fecharam um acordo com a visão de criar um vinho Premium Franco-Chileno excepcional, chamado Almaviva.

Produzido sob a supervisão técnica em conjunto com ambos os sócios, a primeira colheita foi imediatamente um sucesso internacional, logo após seu lançamento no mercado em 1998.

Morada

Viña Almaviva S.A | Puente Alto, Chile
[email protected] | (56-22) 270 4200