Partilhar:

Vinho Tinto
Vinha Paz
Colheita 2017, 75cl
Dão

10,75

 14.2%

 2019-2025

 Servir a 16º-18º

0 /5
0 votaram

 

O Produtor, nota de prova publicada em 26 de Abril de 2019

Apresenta cor rubi com reflexos grená.
Revela aroma delicado de ameixa preta, mirtilo e notas suaves de cereja e especiarias finas.
Na boca demonstra excelente equilíbrio, fruta vermelha fresca com taninos educados, elevado caracter e personalidade.
Vinho com estrutura bem integrada expressando notas intensas e muito persistentes a prometer um bom potencial de envelhecimento.

Descubra todos os vinhos deste produtor

Vinha Paz

Localização: Quinta da Leira e da Tremoa
Oliveira de Barreiros-Viseu
Castas: Touriga Nacional (50%), Tinta Roriz (30%), Alfrocheiro (15%), Jaen (5%)
Área de produção: 12 hectares
Idade das vinhas: 12, 22 e 37 anos
Altitude: 440 M
Sistema de condução: Monoplano vertical ascendente Produção por hectare: 5,6 ton/ha
Produção integrada: Sim
Clima: Mediterrâneo
Solo: Granito
Vindima manual com seleção das melhores uvas. Filtração ligeira.

Informação de alergénios

Contém sulfitos.

SKU: 105761

Vinha Paz

Vinha Paz é uma história de cinco gerações, a quem o vinho e as Terras do Dão correm nas veias. É uma história sobre vinhos que transcendem o tempo, feitos em centenários lagares do Dão, e que transportam a serena austeridade das paisagens do Dão. O sucesso destes vinhos, resultado de um amor e dedicação à terra, está presente nos vários prémios atribuídos a estes vinhos. Em 2002, nasce o primeiro Vinha Paz, cujo nome foi inspirado na mãe de António Canto Moniz, o produtor. O Vinha Paz é mais do que um vinho, é um legado de família com mais de um século, passado de geração em geração. Um dia, António Canto Moniz, médico cirurgião no Porto, pediu, em tom de brincadeira, ao pai para o ensinar a fazer vinho. Foi um começo e o continuar de uma história de uma família, a quem o vinho corre nas veias há mais de 150 anos. Uma história que começou na primeira adega de lagares de granito, construída pelo tetravô de António Canto Moniz, onde, ainda hoje, o vinho é feito de forma antiga, mas com recurso às tecnologias modernas. E a história continuou: o seu avô foi o primeiro presidente da Federação dos Viticultores do Dão, o pai desenvolveu o cooperativismo e foi presidente de uma adega cooperativa e o irmão mais novo foi director da Federação dos Vinhos do Dão. A imagem icónica do rótulo, é de um portão da casa da Carreira Alta, onde vive a sua irmã e se situa a adega. Henrique, o seu filho, é o actual gestor do Vinha Paz. Com ele, continua esta história de cinco gerações de uma família a fazer vinhos com paixão e personalidade, há mais de 150 anos.

Morada

Quinta da Leira, Oliveira de Barreiros, 3500-884 Viseu – Portugal