Partilhar:

Vinho Tinto
Julian Reynolds
Grande Reserva 2014, 75cl
Alentejo

24

 14.5%

 Potencial de envelhecimento

 Servir a 16º-18º

17/20  Revista de Vinhos

 

O Produtor, nota de prova publicada em 27 de Maio de 2013

Estruturado, fresco, com taninos redondos e elegantes num conjunto de longa e agradável persistência.

Descubra todos os vinhos deste produtor

Julian Reynolds

Viticultura e Enologia: As uvas foram colhidas manualmente para pequenas caixas nas vinhas da Herdade de Cima, que rodeiam a adega. Após desengace total e uma selecção rigorosa, as uvas fermentaram em balseiros de carvalho francês Seguin Moreau com temperatura controlada, seguiu-se um estágio em barricas de carvalho francês da mesma tanoaria durante 18 meses. O engarrafamento foi antecedido por filtração por terras de porosidade média e as garrafas estagiaram, pelo menos, mais um ano e meio antes de serem comercializadas.Limitado ao stock existente. No caso do vinho que comprou ficar sem stock, entraremos em contacto para propor um vinho diferente, ou para lhe devolver o valor pago.
As promoções nos vinhos não são acumuláveis com outros descontos ou cupões.

Informação de alergénios

Contém sulfitos.

SKU: 100658

Reynolds Wine Growers

Thomas Reynolds, marinheiro e comerciante inglês, chega a Portugal em 1820, atraído pelo negócio do vinho: é na cidade do Porto que se estabelece com os seus dois filhos, Thomas e Robert. Durante algum tempo abastecem, a partir dali, o seu armazém comercial em Londres com diversos produtos Ibéricos. Em 1838, introduzem-se na indústria corticeira e criam uma fábrica de rolhas em Alburquerque, Espanha, onde vivem durante 11 anos. A actividade é lucrativa, expande-se e em breve abrem novas fábricas de rolhas de cortiça em Portugal e Espanha.

A família regressa a Portugal em 1850 e fixa residência em Estremoz, ainda que por pouco tempo. Thomas e o seu filho homónimo não se acomodam e, movidos pelo mesmo espírito empreendedor, embarcam com a família rumo à Nova Zelândia. A travessia duraria 130 longos dias e com eles transportavam um enorme rebanho de ovelhas merinas. Nunca regressaram a Portugal.

Robert fica em Estremoz à frente dos negócios, que rapidamente desenvolve com a aquisição de novas terras e a produção de vinhos de qualidade, actividade esta que exercia com particular empenho e paixão. O Alentejo converte-se no berço definitivo dos Reynolds em Portugal e de Robert, o patriarca da família. Desse berço procedem o filho primogénito de Robert, Robert Rafael e, desde, Carlos. Carlos tem uma primeira filha chamada Gloria, Gloria Reynolds. Em sua honra, e de todos os seus antepassados que viveram no Alentejo, Julián, filho de Gloria, produz um vinho de qualidade, que leva o nome da sua mãe – Gloria Reynolds.

Morada

Reynolds Wine Growers, Lda.

Monte Figueira de Cima
7340 Arronches
Portugal

Carregue no botão e será redireccionado para a ficha técnica do vinho

Nota: a ficha técnica abrirá numa nova janela