Partilhar:

Vinho Tinto
Monte Cascas
Biológico 2018, 75cl
Beira Interior

6,59

85% Aragonês, 15% Rufete

 13%

 2019-2026

 Servir a 16º-18º

 

O Produtor, nota de prova publicada em 27 de Maio de 2019

O Monte Cascas Colheita Biológico apresenta uma cor vermelha e aromas de framboesa, alcaçuz e cereja preta. No paladar, sente-se a cereja preta e a baunilha. è um vinho equilibrado, de estrutura firme e acabamento persistente.

Descubra todos os vinhos deste produtor

Monte Cascas

Limitado ao stock existente. No caso do vinho que comprou ficar sem stock, entraremos em contacto para propor um vinho diferente, ou para lhe devolver o valor pago.
As promoções nos vinhos não são acumuláveis com outros descontos ou cupões. Casca Wines é um projeto de enólogos e especialistas em vinhos que, sem vinha nem adega, decidiram criar uma marca de vinhos portugueses de grande qualidade. Um projeto que apenas utiliza as melhores uvas de cada região e que procura reavivar as tradições únicas de Portugal. A marca Monte Cascas reflete o caracter dos seus viticultores: apaixonados, dedicados, únicos! Este vinho tinto, vegan e biológico provém das castas Aragonês (85%) e Rufete (15%). Estagiou durante 6 meses em barricas de carvalho francês.

Prémios

Concours Mondial de Bruxelles 2019 – Prata

Informação de alergénios

Contém sulfitos.

SKU: 104413

Herdade do Mouchão

Vastas planícies, pontuadas por algumas florestas e extensos olivais, são a paisagem dominante da região do Alentejo. Foi para aqui que, no início do século XIX, Thomas Reynolds migrou, tendo como objectivo o negócio da cortiça. Três gerações depois, o seu neto John Reynolds adquiriu uma propriedade de 900 hectares, denominada Herdade do Mouchão. Aqui, à actividade corticeira a família acabou por adicionar a produção de vinhos. Plantaram-se várias vinhas e em 1901 construiu-se uma adega tradicional, de grossas e brancas paredes de adobe e um elevado pé direito, tudo encimado por um magnífico telhado de telha vã portuguesa. Pensa-se que foi também por iniciativa de John que as primeiras plantas da casta Alicante Bouschet foram trazidas de França. Depois, em 1929, instalou-se a destilaria, a mesma que ainda hoje é utilizada para produzida a aguardente do Mouchão.

Durante a década de 50, do século XX, a actividade vitivinícola sofreu uma singular expansão que se traduziu por um aumento das áreas de vinha, pelo aperfeiçoamento das tecnologias de vinificação e pelo início da venda de vinhos engarrafados, em detrimento da velha tradição de venda de vinho a granel, com um cunho muito regional. Após a revolução de 1974 a herdade foi expropriada e só foi devolvida à família em 1985. Hoje a Herdade do Mouchão continua a ser gerida e trabalhada pelos descendentes da familia original. Todo o processo de vinificação se mantém praticamente intocável, preservando a tradicional vindima à mão e a fermentação das uvas em lagares de pedra com pisa a pés. Num mundo enológico em constante evolução, a Herdade do Mouchão mantém-se como sempre foi, uma tradição de família.

Morada

Vinhos da Cavaca Dourada, SA /
Sociedade Agro-Pecuária do Mouchão e Cavaca Dourada, SA

Herdade do Mouchão
7470-153 Casa Branca
Portugal