Partilhar:

Vinho Tinto
Passagem
Reserva 2017, 75cl
Douro

12,99

 14%

 2017-2023

 Servir a 16º-18º

 

O Produtor, nota de prova publicada em 27 de Maio de 2018

Aroma muito expressivo e sedutor, cheio de fruta vermelha e aromas florais. Apesar de toda a sua concentração, o Passagem reserva não é um vinho quente nem demasiadamente encorpado. É suave e cheio de sabores com grande persistência de boca, que lhe é dada não pelo tanino ou acidez, mas sim pela sua maravilhosa fruta.

Passagem

Limitado ao stock existente. No caso do vinho que comprou ficar sem stock, entraremos em contacto para propor um vinho diferente, ou para lhe devolver o valor pago.
As promoções nos vinhos não são acumuláveis com outros descontos ou cupões. A ideia: A Quinta das Bandeiras é uma propriedade de 100 hectares localizada no Pocinho, junto ao rio Douro e oposta ao famoso Vale Meão. Com as uvas de Bandeiras, embarcámos numa aventura 50:50 com o Jorge Moreira, para produzir e comercializar o vinho. O vinho terá como nome Passagem – apropriado por várias razões. Existe uma linha de comboio com uma passagem de nível abandonada na propriedade. E Passagem também retrata a jornada e experiência de duas famílias distintas, no Douro: a família Bergqvist (Inglesa) e a Moreira (Portuguesa). Notas de produção : A fantástica qualidade de uvas na vindima de 2015 apanhou toda a gente de surpresa. Não tivemos as condições meteorológicas ideais para ter um grande ano, mas ficamos muito agradados com as belas uvas que nos chegaram à adega. O inverno e primavera foram secos e com pouca chuva. Um tempo estável que permitiu uma boa floração e que fez prever uma vindima abundante (boas notícias depois de dois anos com produção relativamente baixa). O verão foi geralmente quente e com pouca chuva, com a exceção de uma tempestade que tivemos em Maio. Em Agosto as vinhas estavam num intenso stress devido à falta de água escurecendo as suas folhas e tornando-as acastanhadas – especialmente nas vinhas mais jovens com raízes mais pequenas. Mas a boa notícia é que a fruta sobrepôs-se a este stress e entrou na adega com elevada qualidade. A vindima foi longa e lenta. Jorge diz sempre que decidir quando começar o corte da uva é a sua decisão mais importante e este ano não foi fácil. Começamos o corte da uva branca cedo, a meio de Agosto antes da chuva. Processo de maturação e envelhecimento : O vinho foi amadurecido em barricas de carvalho francês, nomeadamente Boutes, François Freres, Taransaud e Seguin Moreau.

Informação de alergénios

Contém sulfitos.

SKU: 104268