Partilhar:

Vinho Tinto
Val Moreira
Colheita 2020, 75cl
DOC Douro

11,99

 14%

 2021-2026

 Servir a 16º-18º

 

O Produtor, nota de prova publicada em 13 de Julho de 1905

Na cor mostra um rubi muito apelativo. Aromas de ameixa preta, cassis, cereja com discretas nuances de violeta e balsâmicos. Subtilmente vão surgindo notas de baunilha e especiarias. É cativante pela sua textura sedosa não deixando de ser vibrante e firme. A sensação de frescura e elegância acompanha um longo final.

Descubra todos os vinhos deste produtor

Val Moreira

Vindima manual para caixas de 20kg, desengaje total e fermentação durante 15 dias em cubas de inox. Microvinificações em algumas das parcelas com engaço total e pisa a pé. A fermentação maloláctica foi ainda feita em cubas seguindo parte do vinho para barricas.
Estagiou parte em inox (30%) e parte em barricas de 500l e de 225l de carvalho francês.

Particularmente agradável a acompanhar uma refeição com uma entrada, pratos de carne ou mesmo por si só em qualquer ocasião.

Prémios

Ouro – Portugal Wine Trophy

92/100 – Wine Enthusiast Magazine

Muito Bom – Revista Paixão Pelo Vinho

Informação de alergénios

Contém sulfitos.

SKU: 106845

Val Moreira

É uma das mais antigas regiões demarcadas da história do vinho, contando com mais de 250 anos. Situa-se no nordeste do território português e desenvolve-se pelo vale do rio Douro.

Localizada na margem sul do rio Douro, no Cima-Corgo, a Quinta do Val Moreira foi comprada pela XVINUS em 2018 e requalificada para enoturismo. Tem 23 hectares dedicados à produção de vinhos Douro, 2 hectares de olival e 2 hectares de amendoal. Oferece uma vista fantástica sobre o vale, onde o rio Douro e o rio Tedo são protagonistas.

A Quinta do Val Moreira consta de um mapa antigo do século XIX, o mapa do Barão de Forrester. Figura incontornável do Douro Vinhateiro, tinha o sonho de tornar o rio Douro navegável e seguro até à fronteira com Espanha. Este mapa valeu-lhe a reputação de cartógrafo e o título de Barão.

Hoje, a quinta desenvolve-se desde o lado norte do Marmelal, povoação bastante antiga, cujo foral de D. Sancho I data de 1194. Este documento real incluía as nossas vinhas principais e terrenos virados para o Tedo e para as Quintas de Nápoles e do Carril.

Parte das nossas vinhas situa-se num outro vale afluente do Douro, que possuía uma das maiores linhas de água entre o Marmelal e a Folgosa. Estas vinhas são contíguas às ruínas da antiga casa da “Quinta de Valmor”, que terá pertencido ao Visconde de Valmor, onde lhe foi atribuído o prestigiado prémio lisboeta e português na área da arquitetura.

Existem dois marcos pombalinos na zona, um deles perto da pequena povoação do Marmelal, da Quinta do Val Moreira e do ribeiro do Carril. Estes marcos graníticos estão classificados como imóveis de interesse público. Mandados construir por Marquês de Pombal em 1757, serviam para demarcar a zona dos vinhos generosos do Douro, colocada sob a jurisdição da Companhia Geral da Agricultura das Vinhas do Douro. Criava-se assim a primeira região demarcada de vinhos do mundo, facto histórico que muito orgulha os durienses.

Morada

www.valmoreira.com

Morada: 
Quinta do Val Moreira – Marmelal – Sto Adrião 5110-672 Armamar, Portugal

Telefone: (+351) 969 642 231

Email: [email protected]