Partilhar:

Moscatel
Secret Spot
King Moscatel do Douro Very Old, 50cl
Douro

949,49

 19.6%

 2023-2043

 Servir a 14º-16º

0 /5
0 votaram

 

Revista de Vinhos, nota de prova publicada em 15 de Julho de 1905

Mogno, reflexos esverdeados. Notas de tabaco e couro, muito fumo, especiaria, caramelizados, café e vinagrinho. Denso, escorre pelas paredes do copo. Rústico, salgado, de espantosa acidez que lhe equilibra a doçura. Projeta-se num final interminável, que se desdobra por camadas múltiplas. Texturado, é um hino aos moscatéis envelhecidos.

Descubra todos os vinhos deste produtor

Secret Spot

O primeiro Moscatel do Douro a ter esta designação de idade. O vinho resulta de vários lotes de moscatéis, todos eles provenientes da nossa Quinta da Faísca, que estagiaram em cascos de madeira usada. O mais novo destes tinha 73 anos.

Edição limitada e numerada de 120 garrafas de 500ml. Enólogo: Gonçalo Lopes.

O Solo é de natureza xistosa, estrutura franco-argilosa, com afloramentos graníticos.
Idade das Vinhas: Ausência de registos que permita determinar com exatidão.

Vinificação: Vindima manual. Fermentação das uvas em lagar com pisa a pé. Desidratação de películas, posteriormente maceradas na aguardente vínica. Maceração pós fermentativa das massas juntamente com a aguardente vínica. Prensagem e estágio posterior em cascos de madeiras velhas.

Estágio: Os vários vinhos estagiaram em cascos de madeira avinhada de vários volumes até à formação do lote, no mínimo 73 anos. Após a sua formação, decorreram 22 anos até ao engarrafamento.

Informação de alergénios

Contém sulfitos.

SKU: 107258

Secret Spot Wines

Secret spot Wines nasce de um sonho concretizado num projeto a dois e tem o somente um objetivo: conseguir produzir o melhor vinho, fiel às suas origens. O primeiro passo passou por encontrar um local de vinificação acessível, com um clima ameno (altitude elevada), espaçoso e bem dimensionado, que permitisse conciliar as tradicionais práticas vinícolas durienses com os contributos da enologia moderna. O local encontrado foi a Adega da Quinta da Faísca, na freguesia de Favaios. A construção data de 1946. Na adega encontravam-se 3 lagares e 1 lagareta em pedra (no piso superior) assim como uma prensa vertical. No piso inferior repousavam 14 tonéis em madeira para o estágio de Vinho do Porto e Moscatel. Com o objectivo de criar uma adega que permitisse vinificar pequenas parcelas recorrendo a diferentes estilos de vinificação, precedeu-se a algumas alterações. Toda a recepção de uvas foi deslocada para o exterior da adega, mantendo-se os lagares e a prensa vertical. No piso inferior remodelaram-se 7 tonéis de diferentes capacidades, instalou-se 1 prensa vertical, 3 cubas de fermentação e 6 cubas de armazenamento. No espaço ocupado pelos restantes velhos tonéis encontram-se hoje a repousar as barricas de carvalho. Desde a triagem até à prensagem das uvas não se utiliza qualquer bomba. O elemento arquitectónico desta adega – construção em dois pisos –, tão característicos das adegas durienses, permite deslocar o vinho com o uso da gravidade.

Morada

Quinta da Faísca – 5070-270 Favaios PORTUGAL