Partilhar:

Vinho Branco
Maçanita
Folgosão dos Dois 2019, 75cl
Douro

34,99

 11%

 Potencial de envelhecimento

 Servir a 10º-12º

0 /5
0 votaram

 

O Produtor, nota de prova publicada em 23 de Outubro de 2020

Cor amarelo brilhante. Nariz fresco e intenso. Um Folgasão citrico como nunca vimos, na sua versão mais pura, onde a mineralidade e acidez se acentua se acentuam. Na boca é tenso com grande profundidade.

Descubra todos os vinhos deste produtor

Maçanita

Não é fácil acompanhar a diversidade das castas portuguesas, são no total mais de 250 e mais complicado _x001F_ca quando mudam de nome entre regiões. O Folgasão foi daqui para as ilhas de Zarco, e lá ganhou fama como Terrantez.
Este é esse Terrantez que é o Folgasão do Douro, em altitude e que mostra um ladopuro, mineral e fresco da casta. Um Folgasão como nunca o provámos. Um Folgasão que não é da Joana nem do António. É o Folgasão dos dois!!
As uvas são colhidas à mão e transportadas em caixas de 18 kg. Na adega, prensa directa de cacho inteiro, fermentação a 14 graus em cuba de inox. Estágio 6 meses em inox.
Limitado ao stock existente. No caso do vinho que comprou ficar sem stock, entraremos em contacto para propor um vinho diferente, ou para lhe devolver o valor pago.
As promoções nos vinhos não são acumuláveis com outros descontos ou cupões.

Informação de alergénios

Contém sulfitos.

SKU: 105417

António Maçanita

Joana e António Maçanita há muito tinham um sonho. Criar um vinho com caráter e personalidade própria, bem ao estilo dos dois irmãos e enólogos. A oportunidade surgiu pelas terras do Douro, onde Joana realiza parte da sua atividade profissional. Por entre patamares e vinhas ao alto, deparou-se com uma matéria-prima muito especial, impossivel de ficar indiferente, ligou ao António e desafiou-o. Em 2011 são lançadas as raízes para o projeto dos irmãos Maçanita no Douro. As vinhas encontram-se no Douro, sub-região do Cima Corgo, perto do Pinhão. Foram cuidadosamente escolhidas para enquadrarem o perfil certo, uvas com muita concentração, riqueza e frescura. Os dois irmãos percorrem juntos as vinhas nas operações determinantes na qualidade e sanidade das uvas. Com uma enologia pouco intreventiva, em que a extração da cor e da estrutura do vinho é feita de forma suave e lenta, os vinhos Maçanita são, a pura expressão da enologia “à Maçanita”, a fruta acima de tudo.