Partilhar:

Vinho do Porto
Cockbrurn´s
LBV 2013, 75cl
Porto

12,99

 20%

 Potencial de envelhecimento

 Servir a 15º-16º

 

O Produtor, nota de prova publicada em 28 de Maio de 2020

O Porto Vintage Late Bottled Vintage de Cockburn tem uma cor rubi profunda. No nariz, cheio de camadas concentradas de frutas vermelhas e pretas, como cerejas e ameixas escuras. O paladar é meio doce e repleto de sabores de frutas vermelhas vibrantes, equilibrados por uma espinha dorsal de taninos polidos. Um final longo e persistente e picante, que mostra a característica marcante do Cockburn.

Descubra todos os vinhos deste produtor

Cockbrurn´s

Os portos LBV são vinhos de um ano muito bom, que envelhecem em grandes barris de carvalho por quatro a seis anos, até atingirem o nível perfeito de maturidade. Os LBVs estão, então, engarrafados e prontos para serem apreciados. O Late Bottled Vintage (LBV) de Cockburn’s 2013 é um vinho rico e encorpado, perfeito para servir no final de um bom almoço ou jantar.
Limitado ao stock existente. No caso do vinho que comprou ficar sem stock, entraremos em contacto para propor um vinho diferente, ou para lhe devolver o valor pago.
As promoções nos vinhos não são acumuláveis com outros descontos ou cupões.

Prémios

Medalha de Prata International Wine Challenge 2014 (Other vintages);
Medalha de Bronze Decanter World Wine Awards 2014 (Other vintages);

Informação de alergénios

Contém sulfitos.

SKU: 105011

Prats & Symington

O Chryseia foi um dos pioneiros do ressurgimento, hoje amplamente reconhecido, dos vinhos não fortificados Douro DOC. No entanto, este vinho, cujo nome significa «d’ouro» em grego clássico, tal como o nome do rio em português, mantém-se fiel a um estilo muito próprio. Nele predominam a elegância e o equilíbrio, tendo profundidade sem ser pesado e apresentando-se encorpado sem ser agressivo. O Chryseia simboliza o encontro da nobre tradição portuguesa com a não menos rica tradição bordalesa, no sentido de uma nova modernidade. O primeiro Chryseia comercializado foi a colheita 2000.

Em 2002, apresentámos o Post Scriptum como um vinho parceiro do Chryseia. Este vinho é produzido a partir de uma segunda selecção dos lotes criados para o Chryseia e, desde 2007, tem sido produzido predominantemente a partir de frutos da Quinta da Perdiz, no vale do Rio Torto. Após a aquisição das vinhas e da adega da Quinta de Roriz, em 2009, a Prats & Symington adicionou os vinhos Prazo de Roriz e Quinta de Roriz Porto Vintage à sua gama de vinhos.

Morada

Prats & Symington, Lda.
Quinta de Roriz
São João da Pesqueira
5130-113 Ervedosa do Douro
Portugal