Partilhar:

Vinho do Porto
Niepoort
10 Anos, 75cl
Douro

26,49

 20%

 Potencial de envelhecimento

 Servir a 12º

88/100  Wine Spectator

17/20  Revista de Vinhos

 

James Suckling, nota de prova publicada em 27 de Maio de 2015

De cor tawny, com aromas de damascos secos e casca de tangerina cristalizada bem integrada com um caráter de noz. “O paladar revela frutos secos com um final espirituoso de fogo. Com uma ótima estrutura e um final longo. Isso oferece aromas incríveis de casca de laranja e limão, com notas de caramelo, caramelo e mel. Encorpado e gostoso, com muitas frutas doces e um final longo e sutil que continua. Esta é realmente a referência para os tawnies de 10 anos

Descubra todos os vinhos deste produtor

Niepoort

Tawnies com uma indicação de idade como “20 anos” são misturados a partir de diferentes vinhos com média de 20 anos. O envelhecimento prolongado em pequenos barris de madeira confere a característica cor Tawny. As principais características de um tawny envelhecido são a complexidade dos aromas, a frescura e um persistente bouquet e requinte. Após o jantar, o velho tawny combina bem com queijos e principalmente sobremesas à base de chocolate. Também pode ser bebido como aperitivo, servido em temperatura ambiente ou levemente refrigerado. A Niepoort produz Tawny com 10, 20 e 30 anos. O hábil envelhecimento e mistura dos diferentes portos tawny é a arte do mestre liquidificador José Nogueira. Vinificação: Os tawnies envelhecem em pequenos barris velhos de carvalho (550 l), nas adegas de Vila Nova de Gaia, ao longo de muitos anos. O casamento equilibrado das diferentes características e idades diversas é a arte do mestre liquidificador da Niepoort, José Nogueira.

Informação de alergénios

Contém sulfitos.

SKU: 100480

Niepoort Vinhos

A família Niepoort tem vindo a produzir Vinho do Porto desde 1842. A primeira propriedade no Douro foi comprada em 1987 e Dirk Niepoort deu início a uma nova era na empresa com a criação do primeiro Redoma Tinto em 1991. Nos últimos anos, a Niepoort lançou a si própria o grande desafio de interpretar outros solos e climas, e adquiriu duas propriedades noutras regiões: Dão e Bairrada. Descubra o Triângulo Niepoort que expressa os diferentes terroirs: Xisto (Douro), Calcário (Bairrada) e Granito (Dão). Após terem criado em 2002 o primeiro vinho da família dos “Fabulosos”, ao qual se deu o nome de “Fabelhaft”, Dirk Niepoort insistiu em desenhar um rótulo original e distinto para cada mercado recorrendo a um artista local para ilustrar uma história adequada aos valores e sensibilidade de cada país e a sua relação com o vinho. “Diálogo”, ”Conversa”, “Allez Santé”, “Drink Me”, “Alonso Quijano” ,”Fabelhaft”, entre outros, são alguns dos nomes que os “Fabulosos” assumem atendendo à realidade dos mercados a que se destinam, respectivamente Portugal, Brasil, Bélgica, Inglaterra, Espanha e Alemanha. Este vinho simboliza a alegria, a celebração, a boa comida, os bons amigos, a boa vida, um vinho de puro prazer, elegante e que expressa a realidade do Douro. Em Julho 2011 foram lançados o Diálogo Branco 2010 e o Fabelhaft Branco. Os “Projectos Wines” incluem todos os vinhos com o rótulo “Niepoort Projectos”, que são experiências realizadas no Douro ou em Vila Nova de Gaia, mas também vinhos feitos em parceria com outros produtores, tais como o Doda, com Álvaro de Castro, da região do Dão; OmLet, feito no Douro com o produtor espanhol Telmo Rodriguez; Ultreia, produzido no Douro com o produtor espanhol Raul Perez; os vinhos Muhr van der Niepoort, produzidos na Áustria, em colaboração com Dorli Muhr; Cape Charme e Cape Fortified, produzidos na África do Sul com Eben; ou Ladredo, de Ribera Sacra (Espanha).

Morada

Niepoort Vinhos S.A.

Rua Cândido dos Reis, 670
4400-071 Vila Nova de Gaia
Portugal