Partilhar:

Vinho do Porto
Quinta do Vale Meão
Vintage 2019, 75cl
Douro

58,99

 19.5%

 2023-2045

 Servir a 14º-16º

0 /5
0 votaram

 

O Produtor, nota de prova publicada em 15 de Julho de 1905

A tradicional pisa a pé em lagares de granito permitiu a expressão de todas as fantásticas características deste Vintage: aromas opulentos, magnifica intensidade e uma concentração extraordinária, tudo isto equilibrado por uma fresca persistência. A excepcional complexidade deste vinho e o garante de um potencial de envelhecimento bastante longo.

Descubra todos os vinhos deste produtor

Quinta do Vale Meão

Relatório da Vindima
O ano de vitícola de 2019 foi caracterizado por um clima muito seco e frio. O inicio do mês de Novembro de 2018 trouxe valores de precipitação acima da media porém, ao longo dos seguintes meses, esses valores diminuíram, originando um Inverno seco mas também mais frio do que a média. A Primavera começou com temperaturas elevadas contudo, na sua fase final, decresceram consideravelmente, mantendo-se baixas durante todo o Verão. Tal fenômeno originou boas condições para a floração, trazendo assim um potencial produtivo bastante interessante. Verificou-se também que, devido as temperaturas baixas ocorridas durante o Verão, a ocorrência de escaldão dos cachos foi praticamente inexistente. Do ponto de vista fisiológico, os dias amenos e noites frescas do mês de Agosto, originaram maturações lentas e equilibradas, o que minimizou o habitual stress hídrico das plantas.
Uma maturarão mais lenta originou uma vindima longa, com apanha muito seletiva das diferentes parcelas e castas. A colheita das uvas tintas tintos começou a 27 de Agosto com a sempre precoce Tinta Barroca. As ultimas uvas da Quinta foram colhidas a 10 de Outubro.

Vinificação
Resulta de uma rigorosa seleção dos melhores vinhos do Porto de cada ano, e constituído por mais de 10 castas sendo que a Touriga Franca e a variedade dominante. Vinificação clássica em lagares da mistura das castas com 100% de engaço. Depois de esmagadas, o mosto e arrefecido. No final do dia da vindima e feita a pisa a pé em lagares durante quatro horas. A fermentação ocorre espontaneamente a pisa mecânica e efetuada com regularidade até a prensagem e adição de aguardente selecionada. O vinho estagia em toneis de madeira e e engarrafado 22 meses depois da vindima.

Informação de alergénios

Contém sulfitos.

SKU: 106840

Quinta do Vale Meão

Em 1877 D. Antónia Adelaide Ferreira, já proprietária do maior património agrícola do Douro, comprou em hasta pública 300 hectares de terra virgem à câmara de Vila Nova de Foz Côa. O seu sonho era construir a partir do nada uma exploração modelo, concretizando nela toda a vasta experiência acumulada ao longo da sua vida de empresária duriense. Este projecto ambicioso foi totalmente levado a cabo entre 1887 e 1895. Foi a última e mais significativa realização daquela Senhora, que no entanto pouco dela gozou, pois morreu em 1896.

Desde então a quinta manteve-se sempre na posse dos seus descendentes. A partir dos anos 70 o seu trineto Francisco Javier de Olazabal assumiu a sua gestão e iniciou um longo processo de aquisição de partes indivisas dos seus familiares e coproprietários, e em 1994 tornou-se juntamente com seus filhos, único proprietário da Quinta. Até então as uvas da Quinta eram vendidas à empresa A.A. Ferreira S.A, fundada pelos descendentes de D. Antónia, e estavam na base de alguns dos seus melhores vinhos. Essa ligação continuou até 1998, ano em que Francisco Javier de Olazabal decidiu renunciar ao cargo de presidente de A.A. Ferreira S.A. para se dedicar juntamente com seu filho enólogo Francisco de Olazabal y Nicolau de Almeida, à produção, envelhecimento e comercialização dos vinhos da quinta, através da criação da sociedade F. Olazabal & Filhos, Lda.

Morada

F. Olazabal & Filhos, Lda.

Quinta do Vale Meão
5150-501 Vila Nova de Foz Côa
Portugal