Partilhar:

Vinho Tinto
Chryseia
Prats & Symington 2017, 75cl
Douro

60

 14%

 2019-2030

 Servir a 16º-18º

 

O Produtor, nota de prova publicada em 10 de Novembro de 2019

Cor intensa que reflete a grande concentração. No nariz percebe-se a eximia integração da barrica, bem como as notas florais da Touriga Nacional e os apontamentos mais balsâmicos da Touriga Franca.Tem um toque de chocolate no final. Na boca apresenta uma estrutura rica e duradoura. Os taninos são redondos e polidos, conferindo elegância, mineralidade e frescura. A expressão aromática perdura com final de boca longo. Um vinho com grande potencial de guarda que equilibra grande concentração com elegância e finesse.

Descubra todos os vinhos deste produtor

Chryseia

Chryseia – Um Vinho de excelência do Douro. O Chryseia 2017 foi produzido a partir de uma rigorosa seleção de uvas da Quinta de Roriz e da Quinta da Perdiz, propriedades da Prats & Symington. Como em todas as edições anteriores do Chryseia, houve também o habitual contributo da vinha vizinha de Roriz, Quinta daVilaVelha,propriedade particular de James e Rupert Symington.
O ano de 2017 foi o segundo mais seco desde que há registos no Douro e o mais quente das últimas quatro décadas. Para o ciclo vegetativo das videiras, o déficit acumulado de precipitação entre os meses de março e setembro foi em média de 50%. Ao inverno seco e ameno seguiram-se três meses cruciais de primavera – março, abril e maio – os quais foram, cumulativamente, 2,6°C mais quentes do que a média. Apesar da falta de chuva, as castas da região responderam com a resiliência que as caracteriza, adaptando-se desde cedo às condições excecionalmente secas que prevaleceram desde o início do ano. Como era de prever, o ciclo vegetativo tão avançado resultou na mais precoce vindima de que há registo, com a diminuição do calor durante o mês de setembro, especialmente nas temperaturas noturnas, proporcionando-se uma situação altamente benéfica que acabou por se refletir na excelente qualidade das uvas recebidas na adega. O resultado da vindima superou todas as expectativas.. A triagem manual é realizada em uma mesa de classificação, após a qual as uvas são descascadas antes de passar por uma segunda seleção mecânica de baga por baga, antes de serem gentilmente esmagadas. As uvas são então retransmitidas para as cubas de fermentação e, uma vez dentro das cubas, são inoculadas com uma cultura de levedura especialmente selecionada e a fermentação ocorre em torno de 25ºC. A maceração é muito suave e ajustada de modo a produzir um vinho destinado a beber mais cedo, no entanto, com uma grande capacidade de amadurecer em garrafa. Estágio 13 meses em barricas de carvalho francês de 400 L.

Prémios

91 Robert Parker

Informação de alergénios

Contém sulfitos.

SKU: 101484

Prats & Symington

O Chryseia foi um dos pioneiros do ressurgimento, hoje amplamente reconhecido, dos vinhos não fortificados Douro DOC. No entanto, este vinho, cujo nome significa «d’ouro» em grego clássico, tal como o nome do rio em português, mantém-se fiel a um estilo muito próprio. Nele predominam a elegância e o equilíbrio, tendo profundidade sem ser pesado e apresentando-se encorpado sem ser agressivo. O Chryseia simboliza o encontro da nobre tradição portuguesa com a não menos rica tradição bordalesa, no sentido de uma nova modernidade. O primeiro Chryseia comercializado foi a colheita 2000.

Em 2002, apresentámos o Post Scriptum como um vinho parceiro do Chryseia. Este vinho é produzido a partir de uma segunda selecção dos lotes criados para o Chryseia e, desde 2007, tem sido produzido predominantemente a partir de frutos da Quinta da Perdiz, no vale do Rio Torto. Após a aquisição das vinhas e da adega da Quinta de Roriz, em 2009, a Prats & Symington adicionou os vinhos Prazo de Roriz e Quinta de Roriz Porto Vintage à sua gama de vinhos.

Morada

Prats & Symington, Lda.
Quinta de Roriz
São João da Pesqueira
5130-113 Ervedosa do Douro
Portugal