Partilhar:

Vinho Tinto
Quinta do Crasto
Vinha Maria Teresa 2013, 75cl
Douro DOC

250

 15%

 Potencial de envelhecimento

 Servir a 16º-18º

19/20  Revista de Vinhos

 

O Produtor, nota de prova publicada em 10 de Novembro de 2016

Cor opaca, com vibrantes tons de violeta carregado. Extraordinária complexidade, onde predominam frescas notas de especiaria, esteva e frutos silvestres do Douro, tudo em perfeita harmonia, resultando num conjunto único de grande frescura e profundidade aromática. Boca: início exuberante e sedutor, evoluindo para um vinho compacto, composto por taninos de textura fina, muito bem integrados com aromas complexos de fruta silvestre e especiaria fresca. Um vinho único e distinto que termina elegante e muito persistente.

Descubra todos os vinhos deste produtor

Quinta do Crasto

Desde a sua primeira edição, em 1998, o vinho Quinta do Crasto Vinha Maria Teresa já conquistou o estatuto de um dos grandes vinhos portugueses, tendo vindo a receber os maiores reconhecimentos na imprensa nacional e internacional ao longo dos últimos anos. Proveniente unicamente da Vinha Maria Teresa, a vinha centenária que lhe dá o nome e uma das mais antigas da Quinta do Crasto, cultivada a cotas extremamente baixas e com uma excelente exposição solar, este vinho “monovinha” é um vinho tinto Douro DOC de gama super premium que é apenas engarrafado em anos de excecional qualidade e sempre em quantidades muito limitadas.
Apesar da baixa produtividade de uma vinha velha, a equipa de Enologia da Quinta do Crasto consegue com as uvas desta vinha níveis elevadíssimos de concentração, o que permite obter um vinho de classe mundial, muito complexo e cheio de carácter, garantindo uma evolução em garrafa por muitos anos.
O vinho Quinta do Crasto Vinha Maria Teresa foi apenas produzido nos anos de 1998, 2001, 2003, 2005, 2006, 2007, 2009, 2011 e 2013, sendo que o número máximo de garrafas produzidas foi, em 2007, de 8001 garrafas. Para muitos apreciadores, o vinho Quinta do Crasto Vinha Maria Teresa é um dos grandes vinhos do Douro e um dos mais emblemáticos, e ter a oportunidade de degustar uma das suas colheitas é considerado um verdadeiro privilégio.

Informação de alergénios

Contém sulfitos.

SKU: 101489

Quinta do Crasto

Situada na margem direita do rio Douro, entre a Régua e o Pinhão, a Quinta do Crasto, é uma propriedade com cerca de 130 hectares, dos quais 70 são ocupados por vinhas. Fazem também parte do património da empresa a Quinta do Querindelo, com 10 hectares de Vinhas Velhas, e a Quinta da Cabreira, no Douro Superior, com 114 hectares de vinha. Com localização privilegiada na Região Demarcada do Douro, a Quinta do Crasto é propriedade da família de Leonor e Jorge Roquette há mais de um século. Como costuma ser com as grandes Quintas do Douro, a origem da Quinta do Crasto remonta a tempos longínquos – o nome Crasto deriva do latim “castrum”, que significa forte romano.

Os importantes investimentos realizados nos últimos anos permitiram modernizar as vinhas e as instalações de vinificação. Isto tem assegurado a produção de vinhos de elevada qualidade, tais como os vinhos Crasto, Crasto Superior e Quinta do Crasto Reserva Vinhas Velhas; os vinhos monovarietais Quinta do Crasto Tinta Roriz e Quinta do Crasto Touriga Nacional, os vinhos monovinha Quinta do Crasto Vinha da Ponte e Quinta do Crasto Vinha Maria Teresa, assim como também vinhos do Porto de categorias especiais Finest Reserve, LBV e Vintage.

Na Quinta do Crasto utilizamos as mais avançadas tecnologias de vinificação, conjugadas com o tradicional método de pisa a pé em lagares. A concretização de todos os investimentos, associada à paixão que é colocada na elaboração dos vinhos, levou ao reconhecimento da Quinta do Crasto no panorama vinícola nacional e internacional.

Morada

Quinta do Crasto, S.A.

Quinta do Crasto
Gouvinhas
5060-063 Sabrosa
Portugal

Carregue no botão e será redireccionado para a ficha técnica do vinho

Nota: a ficha técnica abrirá numa nova janela