Partilhar:

Vinho Tinto
Romano Cunha
Vinhas Velhas 2013, 75cl
Trás-os-Montes

46,39

  sem stock

 13.5%

 2016-2030

 Servir a 16º-18º

 

O Produtor, nota de prova publicada em 20 de Setembro de 2016

Produzido com as castas Tinta Amarela, Tinta Roriz e Touriga Nacional. O tempo dobra o equilíbrio a este tinto certeiro. Está pronto a seduzir. Cor ruby opaco, aromático, ginja e ligeira nota de evolução, com algum couro. Muito encorpado, muito seco, alguma frescura, mas com elegância. Amplo e bem persistente, com madeira bem integrada, um conjunto muito agradável.

Descubra todos os vinhos deste produtor

Romano Cunha

A colaboração entre dois conceituados enólogos, o espanhol Raul Perez e o enólogo Mario Romano Cunha, deu vida a uma obra de arte que ultrapassa fronteiras. A sua dedicação e sabedoria refletem-se neste vinho, que atesta que Trás-os-Montes, uma região próxima a Mirandela, no Norte de Portugal, é capaz de produzir vinhos que rivalizam com os melhores do mundo.

“O lote de Tinta Roriz/Tinta Amarela/Touriga Nacional(…) impressionou-me. Raúl Pérez é consultor de Romano Cunha e, tal como fez em Bierzo, este enólogo espanhol pioneiro ultrapassou os limites da qualidade para Trás-os-Montes. Tendo anteriormente vendido o seu vinho a granel, Mário Romano Cunha vinifica agora um terceiro com o rótulo de alta qualidade homónimo, que só é lançado após significativo envelhecimento em garrafa.

Com uma viticultura rigorosa, ele “escraviza” as vinhas para minimizar os rendimentos e maximizar a concentração, podando um quilo por videira para tintos e apenas 300 a 500 gr. para vinhos brancos. Maduros e sensuais, com uma bela profundidade de fruta, equilíbrio e comprimento, os vinhos de Romano Cunha são construídos para envelhecer” – Sarah Ahmed, Wine Detective investiga Trás-os-Montes, Revista de Vinhos

Informação de alergénios

Contém sulfitos.

SKU: 106711

Romano Cunha

Uma obra de arte de um grande enólogo, o espanhol Raul Perez, e o enólogo Mário Romano Cunha, que em sua propriedade, com seu zelo e muita sabedoria, mostra ao mundo que Trás-os-Montes (muito perto de Mirandela, no Norte) produz vinhos que podem ser comparados com os melhores vinhos do mundo.