Partilhar:

Vinho do Porto
Niepoort
Vintage 2017, 75cl
Porto

89,90

 20%

 Potencial de envelhecimento

 Servir a 16º-18º

20/20  Revista de Vinhos

 

O Produtor, nota de prova publicada em 27 de Maio de 2018

É um vinho com uma frescura única, rara num Porto,uma combinação poderosa e elegante, com um final de boca ousado, seco e longo. Pela sua estrutura e corpo, o Vintage 2017 anuncia-se como um vinho com grande potencial de guarda.

Descubra todos os vinhos deste produtor

Niepoort

Falar em vinhos do Norte de Portugal e não referir a família Niepoort é quase impossível. Esta família de origem holandesa “vive” nas margens do Douro há mais de 170 anos: foi em 1842 que os primeiros Niepoort chegaram a Portugal.Mas foi preciso chegar à quinta geração para que Dirk Niepoort ter provado o «Vinho do Porto mais próximo da perfeição». Este é o Vintage 2017, um néctar onde o «equilíbrio, a harmonia, a concentração, as qualidade de taninos e a frescura» são as principais características.O ano de 2017 foi invulgarmente quente, com reduzida precipitação, mas a vindima não tivera temperaturas tão elevadas como de costume, e as noites frias ajudaram a todo o processo», lembra Dirk Niepoort.Estes factores estão, assim, na base do vinho que o produtor considera o mais próximo da perfeição que alguma vez provou, criado a partir de «vinhas velhas, com idades entre os 60 e os 100 anos, no Cima Corgo», uma das sub-regiões demarcadas do Douro.

Como explica Dirk Niepoort, este Vintage 2017 foi feito «com uvas de vinhas co-plantadas, pisadas a pé, em lagares de granito, com 100% de engaço». Depois, o vinho ficou a envelhecer em «tonéis no Douro, durante o Inverno, e foi depois movido para as adegas em Vila Nova de Gaia, em Março de 2018», lembra o produtor.

Prémios

97 pontos Robert Parker;

Informação de alergénios

Contém sulfitos.

SKU: 104491

Niepoort Vinhos

A família Niepoort tem vindo a produzir Vinho do Porto desde 1842. A primeira propriedade no Douro foi comprada em 1987 e Dirk Niepoort deu início a uma nova era na empresa com a criação do primeiro Redoma Tinto em 1991. Nos últimos anos, a Niepoort lançou a si própria o grande desafio de interpretar outros solos e climas, e adquiriu duas propriedades noutras regiões: Dão e Bairrada. Descubra o Triângulo Niepoort que expressa os diferentes terroirs: Xisto (Douro), Calcário (Bairrada) e Granito (Dão). Após terem criado em 2002 o primeiro vinho da família dos “Fabulosos”, ao qual se deu o nome de “Fabelhaft”, Dirk Niepoort insistiu em desenhar um rótulo original e distinto para cada mercado recorrendo a um artista local para ilustrar uma história adequada aos valores e sensibilidade de cada país e a sua relação com o vinho. “Diálogo”, ”Conversa”, “Allez Santé”, “Drink Me”, “Alonso Quijano” ,”Fabelhaft”, entre outros, são alguns dos nomes que os “Fabulosos” assumem atendendo à realidade dos mercados a que se destinam, respectivamente Portugal, Brasil, Bélgica, Inglaterra, Espanha e Alemanha. Este vinho simboliza a alegria, a celebração, a boa comida, os bons amigos, a boa vida, um vinho de puro prazer, elegante e que expressa a realidade do Douro. Em Julho 2011 foram lançados o Diálogo Branco 2010 e o Fabelhaft Branco. Os “Projectos Wines” incluem todos os vinhos com o rótulo “Niepoort Projectos”, que são experiências realizadas no Douro ou em Vila Nova de Gaia, mas também vinhos feitos em parceria com outros produtores, tais como o Doda, com Álvaro de Castro, da região do Dão; OmLet, feito no Douro com o produtor espanhol Telmo Rodriguez; Ultreia, produzido no Douro com o produtor espanhol Raul Perez; os vinhos Muhr van der Niepoort, produzidos na Áustria, em colaboração com Dorli Muhr; Cape Charme e Cape Fortified, produzidos na África do Sul com Eben; ou Ladredo, de Ribera Sacra (Espanha).

Morada

Niepoort Vinhos S.A.

Rua Cândido dos Reis, 670
4400-071 Vila Nova de Gaia
Portugal