Partilhar:

Vinho Tinto
Proibido
Vinhas Velhas do Pombal 2017, 75cl
Douro

89,99

 14%

 Potencial de envelhecimento

 Servir a 16º-18º

0 /5
0 votaram

19/20  Revista de Vinhos

 

O Produtor, nota de prova publicada em 25 de Maio de 2020

Este vinho apresenta uma fruta preta bem marcada no nariz com grande intensidade, notas tostadas, vegetal e especiarias. Vinho bem equilibrado na boca com um corpo muito longo, persistente e com taninos bem limados.

Descubra todos os vinhos deste produtor

Proibido

Reconhecida pela terra árida, e quase sem precipitação, as vinhas provenientes do Douro Superior, sobretudo perto do rio Douro, produzem muito pouco, vinhas sofridas mas que no entanto, produzem bem.
Plantada em 1957 a Vinha Velha do Pombal localizada a cerca de 500m altitude em Vila Nova de Foz Côa conta com cerca de 35 castas misturadas, entre elas a casta Alvarelhão, Bastardo, Tinta da Barca, Mourisco, etc . Virada a norte e a nascente, esta vinha tem uma densidade de plantação perto das 8.000 videiras/ha e uma produção aproximada de 200gr/pé. De solo rico em xisto mas com fragmentos de quartzo, creio ter encontrado a frescura certa para a elaboração deste vinho. Todo o trabalho é, praticamente, feito à mão e com a ajuda de um cavalo de trabalho, sem uso de herbicidas ou pesticidas.
A aquisição foi em 2015, sendo a colheita de 2017 a primeira edição limitada e numerada a 868 garrafas. Creio que irá evoluir muito bem ao longo dos próximos 25 a 30 anos.2017 é a primeira colheita, limitada e numerada a 868 garrafas.
Após vindima manual, os cachos foram esmagados inteiros e as uvas sofreram pós maceração de cerca de 1 mês e meio. Estágio de 15 meses barricas usadas.
Limitado ao stock existente. No caso do vinho que comprou ficar sem stock, entraremos em contacto para propor um vinho diferente, ou para lhe devolver o valor pago.
As promoções nos vinhos não são acumuláveis com outros descontos ou cupões.

Informação de alergénios

Contém sulfitos.

SKU: 105127

Marcio Lopes

Márcio Lopes é um dos rostos de uma nova geração de enólogos experimentalistas e revivalistas que têm vindo a trazer-nos vinhos de eleição, capazes de despertar os nossos sentidos para o que é nosso, o que é realmente o vinho português. As 80 000 garrafas, que hoje em dia completam a sua produção, exportando para mais de 14 países.