Partilhar:

Vinho Tinto
Quinta do Pessegueiro
Grande Reserva 2019, 75cl
DOC Douro

27,99

 14.5%

 2021-2031

 Servir a 16º-18º

0 /5
0 votaram

 

O Produtor, nota de prova publicada em 13 de Julho de 1905

De cor rubi escuro, destacam-se aromas balsâmicos, bosque e anis. Na boca é delicado e de taninos suaves. O palato é invadido por especiarias e chá preto, terminando com uma persistência incrível. Um ícone do Douro.

Descubra todos os vinhos deste produtor

Quinta do Pessegueiro

“As uvas pisadas a pé, em lagares de granito, conferem a este vinho o seu carácter denso e concentrado. Revela-se complexo, rico em frutos silvestres negros. Vinho ainda jovem e que justifica a guarda em cave por mais tempo. Consumir a partir de 2026” – Wine Enthusiast

O ano vitícola de 2019 caracterizou-se por grandes oscilações nos valores de temperatura e precipitação anual mais baixos que o normal, considerando-se um ano seco. A ocorrência de precipitação pontual no período de vindima teve um impacto muito positivo na evolução da maturação. A colheita proporcionou mostos de elevada qualidade e bastante aromáticos, em geral com acidez mais elevada que em anos anteriores.

Vinificação e estágio: A vindima foi realizada no mês de Setembro. As uvas foram transportadas em caixas de 22Kg até à adega. Estiveram 12h em câmara frigorífica, sendo conduzidas, por gravidade, até aos lagares, onde decorreu a fermentação completa com pisa a pé. O vinho estagiou 12 meses em barricas de 225L e pipos de 600L de carvalho francês e austríaco. Foi engarrafado em Junho 2021.

Prémios

Cellar Selection 2023 – Top 100 – Wine Enthusiast
17/ 20 – Revista de Vinhos (colheita de 2017)

Informação de alergénios

Contém sulfitos.

SKU: 104807

Quinta do Pessegueiro

Os vinhos produzidos na Quinta do Pessegueiro seduzem pela sua qualidade inegavelmente superior, fruto de um projeto completo e equilibrado cujo objetivo é valorizar a originalidade e as propriedades de cada pequeno terreno vinícola da maneira o mais verdadeira possível. À cabeça de um grupo que se tornou, ao fim de 50 anos, líder da moda infantil, Roger Zannier está hoje igualmente presente em várias regiões vitícolas do mundo, tais como a região do Douro (Portugal) e em Provence (França).

Nas suas frequentes visitas a Portugal no âmbito das suas atividades têxteis, Roger Zannier descobre a Quinta do Pessegueiro, sendo literalmente seduzido pela propriedade e região do Douro. Em 1991, adquire o terreno, começando imediatamente a plantar vinhas. Nasceu assim o seu primeiro e um dos seus mais importantes investimentos no setor vinícola.

A propriedade expandiu-se com o decorrer dos anos, sendo atualmente constituída por três parcelas, todas situadas na região do Douro.

Sendo esta região uma das mais improváveis onde o homem alguma vez tentou plantar vinha, foram necessárias a clarividência e modéstia de um capitão respeitador da terra, tal como João Nicolau de Almeida, para associar técnicas ancestrais com os métodos mais modernos de enologia e viticultura.